Voltar para Artigos


logo

©10 de julho 2015 Revive Israel Ministries

A “Apostasia” e a Redefinição da Igreja

Asher Intrater

A crise econômica grega pode causar um efeito em cadeia em todo o sistema bancário europeu. A dívida grega atual é de 1,6 bilhões de Euros. A título de comparação, a dívida total dos EUA é de 18 trilhões (!) de dólares. Ao longo das últimas 3 semanas, as ações chinesas perderam mais de um terço do seu valor, apesar dos esforços do governo para impedir essa queda sem precedentes. Eventualmente, todos esses problemas econômicos poderiam provocar a criação de um sistema de crédito mundial unificado.

A desagregação generalizada dos valores familiares e sexuais, incluindo abuso, sadismo, pornografia na internet, adultério e divórcio, provavelmente destruirá as estruturas básicas sociais na próxima geração. O problema em relação ao casamento homossexual não é, primordialmente, o direito de esses indivíduos morarem juntos, mas a redefinição de padrões morais na sociedade — padrões que existem há milhares de anos. Logo, os alunos de ensino fundamental aprenderão que o transexualismo é uma escolha “normal” entre as muitas orientações de sexo/gênero possíveis.   

Um comercial de televisão israelense mostra um belo ator de cinema incentivando crianças de 11-12 anos numa sala de aula a considerarem se tornar homossexuais. O kibutz messiânico Yad Hashmonah foi processado por não permitir casamentos lésbicos dentro do seu complexo. Qualquer um que possua padrões matrimoniais tradicionais em breve poderá enfrentar acusações criminais de discriminação.
A abordagem “pacificadora” do Islã militante está encorajando mais ataques terroristas, a destruição de igrejas e comunidades cristãs, e pressão na ONU para adotar medidas anti-Israel. O número de incidentes antissemitas na Europa está aumentando a cada ano. A retirada de sanções contra o Irã não é apenas uma questão de possíveis armas nucleares, mas a concessão de bilhões de dólares a radicais islâmicos, financiados pelo regime Aiatolá. 

Muitas das principais denominações cristãs, tanto católicas como protestantes, estão abandonando princípios básicos da fé. O resultado lógico de as denominações se desviarem da fé seria uma unidade ecumênica mundial em que todos podem estar em “unidade” independente daquilo em que acreditam. Os verdadeiros cristãos se tornarão uma minoria indesejada na maioria das denominações. 

Esse declínio ecumênico, religioso, econômico e moral pode ser o que as Escrituras chamam de a “apostasia”:
2 Tessalonicenses 2.3: “porque isto não acontecerá sem que primeiro venha a apostasia e seja revelado o homem da iniquidade…”

Outras traduções se referem a isso como a “apostasia” ou “rebelião”. Também pode ser o que Yeshua chamou de “multiplicação da iniquidade” e esfriamento do amor “de quase todos (Mateus 24.12). Contudo, ao mesmo tempo em que instituições religiosas se afastarão de Deus, haverá um remanescente de fé e amor verdadeiros em todas as nações. O conjunto de todos os remanescentes da fé ao redor do mundo formará o verdadeiro “Corpo do Messias” no fim dos tempos. 

Isso exigirá uma redefinição de tudo o que é conhecido como a “Igreja”. Se as instituições da igreja não representam Deus, como podemos definir a “verdadeira” igreja? Essa redefinição da Igreja será uma questão muito importante para todos os cristãos, a partir de agora. A verdadeira comunidade da fé recebe o nome de “ecclesia” em grego e “kehila” em hebraico. O que ela é? Como ela se manifestará? Quais serão as suas características?

Sem as instituições religiosas para dar um bom exemplo de fé, os verdadeiros cristãos terão de se voltar às Escrituras para encontrar uma definição correta. Isso sempre aconteceu em todos os movimentos de reforma. O Livro de Atos será mais usado como um modelo de comunidades da fé ideais. O Livro de Apocalipse se tornará um manual de fé no fim dos tempos. A comunidade internacional da fé será enxertada na nação de Israel e ligada por aliança ao remanescente messiânico, de acordo com Romanos 11. Israel e a Igreja caminharão em direção à unidade.

Haverá uma onda de pureza, humildade e dedicação devido a perseguição e tribulação no mundo todo. A partir da experiência espiritual comum dos remanescentes de toda tribo, nação e língua, surgirá uma unidade sobrenatural e divina entre os verdadeiros cristãos, de acordo com João 17. Os líderes dessa igreja do Fim dos Tempos estarão ligados uns aos outros “organicamente” num relacionamento de amor, em submissão ao Espírito Santo – ao invés dos vínculos de estruturas institucionais tradicionais. Num mundo imerso em escuridão moral, esse corpo glorioso de pessoas redimidas brilhará como a luz, e milhões serão atraídos a ele (Isaías 60.1-3).


Definindo o Reino

Nesta mensagem, Asher fala sobre a origem, a direção e o destino do reino de Deus. O fator principal que está impedindo que a vontade do Rei Yeshua seja feita na terra são os seres humanos. Mas as coisas não ficarão assim para sempre. Para assistir em inglês, clique AQUI!


Let the Lion Roar (Deixe o Leão Rugir)

Antissemitismo faz parte da história da igreja. Um passado com elementos escuros em muitas denominações e que continuam presentes, em alguns casos, até hoje. “Let the Lion Roar” [Deixe o Leão Rugir] (http://letthelionroar.com/), um novo filme que mostra o nascimento da igreja Protestante, leva você numa viagem pela Reforma, retratando os grandes reformadores e o relacionamento de cada um com o povo judeu.

Dê um salto ao longo da história e testemunhe por que inúmeros cristãos decidiram não abençoar Israel como o povo escolhido de Deus.

Este filme servirá como uma ferramenta para quebrar o engano que tem separado Israel e a igreja há tanto tempo. Com essa verdade, a igreja estará pronta para entender a sua identidade e entrar no seu pleno chamamento.

Para obter mais informações e assistir ao trailer em inglês, clique AQUI!


Notícias da Conferência Elav

Na semana passada, a conferência anual Elav (para Ele) de jovens e adultos, que dura três dias, aconteceu em Jerusalém, onde alguns dos membros da nossa equipe serviram. Cerca de 800 judeus, árabes e mais de 15 outras nacionalidades participaram, incluindo gente do Egito e da Jordânia. Numa das noites, após a ministração de Rick Ridings (fundador da casa de oração Succat Hallel), houve um momento poderoso em que judeus e árabes se comprometeram a não apenas permanecer juntos, à medida que aumenta a perseguição no Oriente Médio, mas a dar suas vidas uns pelos outros em amor (João 15.13). Para assistir a alguns arquivos deste evento, clique AQUI!


Voltar