Voltar para Artigos


logo

©12 de setembro 2014 Revive Israel Ministries

O Amor pela Verdade

Asher Intrater

Continuando a nossa discussão do artigo anterior, “Que é a Verdade?"
Há uma enxurrada de mentiras na sociedade de hoje. Os sistemas de comunicação se multiplicaram muito além da imaginação. A geração mais jovem está sendo bombardeada com tanta informação aparentemente contraditória que eles sentem que é impossível crer em qualquer verdade única. A ideia de que existe algo como a verdade “absoluta” parece fora de moda e arcaico. 

No entanto, a verdade continua sendo a verdade, não importa quantos estejam mentindo. No fim, a verdade prevalecerá pelo simples fato de que é verdadeira.

2 Coríntios 13.8: “Porque nada podemos contra a verdade, senão em favor da própria verdade”

Para encontrar a verdade, precisamos desejá-la e procurar por ela. A verdade não é discernida de forma passiva. Devemos superar uma enorme quantidade de mentiras antes de chegarmos à verdade. Precisamos querer a verdade mesmo se ela for contra o nosso egoísmo. Temos que amar a verdade mais do que as mentiras que nos fazem sentir bem. Devemos ser um povo que “ame a verdade”, seja ela aceita ou não pela sociedade.

2 Tessalonicenses 2.10: “…acolheram o amor da verdade para serem salvos”

As pessoas que realmente querem e amam a verdade irão encontrá-la. À medida que entendem, acreditam e obedecem à verdade, elas são salvas. O grupo de pessoas que amou e encontrou a verdade mesmo em meio a tanta oposição deve, em seguida, se apegar a ela, protegê-la e passá-la a outros.

1 Timóteo 3.15: “…casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, coluna e baluarte da verdade.”

 Somos chamados para ser “coluna e baluarte” da verdade apesar das trevas que há no mundo. A comunidade da fé é composta por aqueles que amam a verdade, defendem-na, vivem de acordo com ela e lutam por ela em nossa sociedade.


O Reino é Expandido através da Oração

Dan Juster

A oração é o principal motor de expansão do Reino. Muitas outras religiões foram fundadas e se espalharam pela espada, como o Islã. Contudo, a nossa fé deve se espalhar através das armas sobrenaturais de pregar o Evangelho e dar nossas vidas pelos outros. Isso pode parecer fraco e tolo. Nós lemos em 2 Coríntios 10.4 que as armas da nossa milícia não são carnais, e sim poderosas em Deus, para destruir fortalezas. A oração é essa arma poderosa em nosso arsenal que deve ser usada constantemente.

Yeshua ensinou que devemos orar: “Venha o teu Reino, faça-se a tua vontade.” Esta é uma oração para que sejamos capacitados a estabelecer o governo de Deus em todas as esferas das quais fazemos parte, para expandir este Reino aos perdidos e, finalmente, para desejar a sua volta. A oração afeta o progresso do Evangelho e o aperfeiçoamento do Corpo da Fé. Mateus 7 é o contexto da expansão do Reino. Yeshua disse: “Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e, a quem bate, abrir-se-lhe-á” (Mt 7.7-8).
               
Onde dois ou três concordam, há muito poder. Quanto mais quando 100 pessoas concordam fervorosamente! O tipo de oração que funciona é aquela que está de acordo com a “vontade de Deus”. Quando permanecemos na videira, conhecemos o seu coração. Yeshua promete que teremos tudo o que pedirmos se permanecermos nele (Jo 15.7).  Em João 14.13, Yeshua disse: “E tudo quanto pedirdes em meu nome, isso farei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho.” Orar em seu nome não é uma fórmula mágica. No contexto hebraico, isso significa orar de acordo com o significado do seu nome, a essência de quem ele é. Nossos desejos se tornam iguais ao dele.

Tiago, após uma descrição do poder da oração de Elias, escreveu: “Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo”. Oração e jejum, individualmente e em grupo, são essenciais para o crescimento do Reino. Sendo assim, ficaremos felizes se obedecermos e praticarmos essa verdade. Os grandes movimentos que cooperaram para a expansão do Reino de Deus foram gerados e nutridos por oração. Grandes santos do passado testificaram o poder de tal oração, desde George Mueller, o ministro inglês aos órfãos, até Hudson Taylor, o fundador das missões chinesas, e até Heidi Baker hoje na África. Nós nos unimos a eles abraçando essa orientação.


Novo Ensino em Podcast – Um Povo, Um Lugar, Um Trono

Nesta mensagem, Asher destaca a importância profética dos judeus que são seguidores de Yeshua e estão na terra de Israel hoje, e a importância da Igreja Internacional como um povo enxertado na Comunidade de Israel. A plenitude de Israel e da Igreja trarão Yeshua de volta para reinar na terra. Para ouvir em inglês, clique AQUI!


Notícias de Beit Netanel

Rachel e Gilad

Uma amiga minha disse recentemente que ela ora todos os dias a Deus, e questionou por que ela precisa conhecer Jesus se já fala diretamente com Deus. Eu citei para ela Deuteronômio 18.15: “O SENHOR, teu Deus, te suscitará um profeta do meio de ti, de teus irmãos, semelhante a mim; a ele ouvirás.” Também falei a ela sobre a rebelião de Corá que achou que não precisava de Moisés. Se você fala com Deus diretamente, então deveria saber o que ele espera de nós. Então, dei a ela várias escrituras da Tenach que apontam diretamente a Yeshua. Ela queria saber o que deveria fazer e eu respondi que a salvação por meio de Yeshua era a única resposta.

Por favor, ore pelo evento de evangelização que teremos em Beit Netanel durante o festival anual que acontecerá nos dias 18 e 19 de setembro em Ein Kerem.


Voltar para artigos 2014