Voltar para Artigos


logo

©3 de maio 2013 Revive Israel Ministries

Dia da Ascensão

Asher Intrater

Existem paralelos surpreendentes entre os eventos no Evangelho e os na história dos judeus. Yeshua foi crucificado na Páscoa e ressuscitou na mesma manhã [mesma data] em que os filhos de Israel cruzaram o Mar Vermelho (João 20.1; Êxodo 14.27). O Espírito Santo foi derramado na festa de Shavuot (Pentecostes). Por muitos séculos, o dom de línguas ficou perdido na Igreja, o mesmo período no qual o hebraico ficou perdido como língua falada pelo povo judeu; finalmente, por volta de 120 anos atrás, ambos começaram a ser restaurados.

Outro paralelo significativo é que a ascensão de Yeshua à Jerusalém celestial e a reconquista israelense da Jerusalém terrena em 1967 aconteceram no mesmo dia. Yeshua ensinou seus discípulos a respeito do reino de Deus por aproximadamente 40 dias depois de ter ressuscitado ao terceiro dia após a Páscoa (Atos 1.3). A reconquista de Jerusalém também aconteceu no 43º dia da contagem do Ômer (período de 49 dias entre a Páscoa e Pentecostes). Este ano, essa data cai no dia 8 de maio.

A palavra ascensão em hebraico é "aliyah," que é a mesma em: cânticos dos degraus (Salmos 120-134), a ascensão de Yeshua, imigração a Israel, e subindo a Jerusalém (Isaías 2.3). Yeshua subiu à Jerusalém celestial para conquistar autoridade espiritual para a Igreja (Efésios 1.19-23; 2.6; 4.10). Ele retornará à Jerusalém terrena para restaurar a autoridade governamental a Israel (2 Samuel 7.12-16; Salmo 2.6; Atos 1.11; Isaías 2).

No fim, a Jerusalém celestial e a terrena se unirão, a Igreja com Israel, e o nome de Deus com sua autoridade na terra (Zacarias 14.9). É por isso que a ascensão de Yeshua ao céu e a reconquista de Jerusalém estão unificadas no mesmo dia.


O Que Está Errado com a Graça

Mike Bickle, excerto retirado da “Charisma Magazine” (Revista Carisma)

A mensagem mais poderosa e libertadora que já foi dada à raça humana é o Evangelho da graça. Essa verdade maravilhosa enfatiza o que Cristo fez por nós na cruz e o que o Espírito Santo faz em nós diariamente. A declaração dramática de Paulo de que nos tornamos novas criaturas em Cristo tem vastas implicações (2 Coríntios 5.17-21).

A nova criatura é nosso homem espiritual. Nós possuímos a própria justiça de Deus (v. 21). Isso descreve nossa nova posição em Cristo – como Deus nos vê e se relaciona conosco. As coisas velhas que foram abolidas nessa mudança de regime incluem não estar mais sob o castigo do pecado nem dominado pelo poder do pecado.

Então, qual é o problema? Infelizmente, a tendência natural que o homem tem de distorcer a verdade impede que isso aconteça. Quando se trata de uma verdade tão fundamental e crucial quanto a graça, essa distorção tem implicações enormes. Ela pode se tornar a crise central de toda uma geração.

O apóstolo Judas confrontou essa crise nos seus dias quando exortou os crentes a batalharem diligentemente pela “fé” ou pela mensagem da graça entregue a eles originalmente pelos primeiros apóstolos (Judas 3-4). Pense nisto: durante a primeira geração após a ressurreição de Jesus, já era necessário batalhar pela verdadeira mensagem da graça. Isso mostra o quanto essa batalha pela verdadeira mensagem da graça é e sempre foi fundamental.

Judas exortou-os a respeito de certos homens que transformaram a mensagem da graça numa mensagem de libertinagem ou numa que fazia várias concessões, até mesmo em relação à imoralidade sexual. Esses homens com persuasivas habilidades de ensino distorciam o que a Bíblia diz sobre a graça, permitindo assim que muitos continuassem confiantes em suas atividades pecaminosas sem que sentissem necessidade alguma de arrependimento.

Para ler o artigo completo em inglês, clique aqui.


Oriente Médio

As tensões na Síria continuam. As forças rebeldes informaram que aviões israelenses bombardearam um dos depósitos de armas químicas. O governo israelense recusou-se a responder. Ben-Eliezer, membro do Knesset (Parlamento israelense), afirmou que armas químicas já começaram a ser transferidas para as mãos do Hezbollah. Um relatório do comitê no Knesset concluiu que não havia nenhuma diferença na atitude em relação a Israel entre o regime Assad e as forças rebeldes. Contudo, a maioria dos israelenses está preocupada com a tragédia que o povo sírio está vivendo. 

Novas eleições para o presidente do Irã que irá substituir Ahmadinejad estão programadas para daqui a apenas duas semanas. Ore por liberdade de expressão e religião. A economia decadente, devido às sanções internacionais, tem se tornado uma questão eleitoral muito importante.

A Liga Árabe fez uma nova proposta de paz, que inclui uma abertura a uma troca limitada de territórios, além da exigência para voltar às fronteiras de 1967. Essa é uma mudança significativa do ponto de vista diplomático de Israel. Netanyahu disse na semana passada que a solução de ter dois Estados seria melhor que a de um Estado binacional. A pressão internacional está crescendo. O Papa Francisco prometeu ao presidente Peres que irá a Israel logo para ajudar nesse processo de “paz”.    


IMJA

No mês passado, nosso querido amigo Paul Wilbur foi nomeado o novo Diretor Executivo da International Messianic Jewish Alliance, IMJA (Aliança Judaica Messiânica Internacional). Paul é um artista de adoração reconhecido mundialmente que grava com a Integrity Music e é um líder no movimento Judaico Messiânico mundial há mais de 30 anos. Paul está assumindo o desafio dessa posição numa base voluntária. Paul escreveu que pretende que a IMJA seja uma “voz de servo às nações”. Vamos orar para que ele traga nova visão, vida, crescimento e unidade à comunidade messiânica ao redor do mundo.


Desacordo Teológico

Dan Juster relatou recentemente uma situação difícil de aconselhamento conjugal. A esposa disse: “Nós estamos nos divorciando por causa de um desacordo teológico”. Dan perguntou: “Como assim?” A esposa respondeu: “Meu marido acha que ele é Deus, e eu discordo”.


Shavuot

O link para a transmissão ao vivo da noite de oração e jejum no Pentecostes (Shavuot) é http://www.ustream.tv/channel/shavuot-2013
O site para os tópicos de oração e motivos de louvor é http://mishkanelohai.org/shavuot/

Estamos ansiosos para que você também se una a nós num só coração e propósito (Atos 1.14) por 12 horas, das 22h às 10h (horário de Israel), 14-15 de maio. Vamos interceder pelo cumprimento da promessa de um avivamento mundial no fim dos tempos (Atos 2.17) com o mesmo fogo que veio sobre os primeiros discípulos (Atos 2.1-4). Por favor, passe esses links para amigos e grupos de oração.


Voltar para artigos 2013