Voltar para Artigos


logo

©3 de dezembro 2011 Revive Israel Ministries

Sim e Não

Asher Intrater

Nove dos Dez Mandamentos (Êxodos 20, Deuteronômio 5), são baseados na palavra “Não.”

  1. não terás outros deuses
  2. não terás ídolos
  3. usará o nome de Deus em vão
  4. não trabalharás no sétimo dia
  5. não matarás
  6. não adulterarás
  7. não roubarás
  8. não mentirás
  9. não cobiçarás

O único baseado em um mandamento positivo é honrar os pais. Este mandamento inclui a promessa de uma vida longa e abençoada. “Honra teu pai e tua mãe” é o primeiro mandamento com promessa: “para que tenhas longos dias e para que tudo te vá bem sobre a terra” – Efésios 6:2-3

Mandamentos, que são reforçados por meio de castigo, podem corrigir atitudes, mas não pode mudar o caráter ou identidade. Eles têm um propósito, mas é limitado, e eles não atingem o objetivo final de uma mudança total de coração. Após você “não” fazer o que é proibido, então o que você faz?

A ordem bíblica de que fomos feitos “na imagem de Deus” (Gênesis 1:26), precede o estabelecimento da lei. A raiz da questão não é somente o que você faz, mas quem você é. A mudança positiva de coração vem de uma promessa. Temos que crer na promessa. As promessas de Deus são entregues a nós nas “boas novas” do Messias Yeshua.

II Coríntios 1:19-20
O Messias Yeshua, o Filho de Deus... não é “Sim e não” mas “Sim.”
Todas as promessas de Deus são “Sim” n’Ele.

A natureza da lei é não. A natureza da promessa é sim. Nós temos que garantir que nossos “sim” sejam sim, e nosso “não” seja não (Tiago 5:12). A Lei nos instrui quando dizer “não.” O Evangelho nos instrui quando dizer “sim.” Nós dizemos “não” ao pecado e a satanás; nós dizemos “sim” às promessas de graça contidas em Yeshua.


Terra Santa dos Pássaros

Milhões de pássaros migram para o sul vindo da Europa em direção a África nos invernos; e depois voltam para o norte novamente no verão. Uma observação simples de um mapa mostrará que a mais curta ponte de terra nesta rota é através de Israel. Este mês quinhentos milhões (500,000,000) de pássaros irão parar em Israel em sua rota de migração. Isso inclui duzentos e oitenta (280) espécies diferentes.

Eles passam pela fenda “afro-síria,” que corre de norte a sul através do vale do Jordão. Eles afluem nos buracos de água e nos oásis na base do deserto do Negev no vale Aravah. Este fenômeno é celebrado por israelenses que amam a vida selvagem como o “Festival de Migração de Outono.”


Guerra contra o Irã?

Um mês atrás a Agência de Energia Atômica Internacional publicou um relato conclusivo de que o Irã esteja nos estágios finais de desenvolver armas nucleares. Há debates em Israel sobre se Israel precisa ir à guerra contra o Irã.

Duas semanas atrás houve uma explosão misteriosa na usina de armas nucleares nos arredores de Terá. Esta semana houve outra explosão relatada na planta de armas nucleares perto de Esfahan. Isso foi acidente? Resultados de espionagem por parte de Israel? Do Oeste? De forças de oposição de dentro do Irã? Até agora não há evidências conclusivas. As autoridades israelenses estão caladas.

Esta semana a Guarda Revolucionária Iraniana direcionou um ataque contra a embaixada Britânica em Terá (que nos faz lembrar o ataque à embaixada Americana no fim do mandato de Carter, que pode ter virado as eleições para Reagan). A multidão que atacou a embaixada esta semana colocou fogo em três bandeiras: na de Israel, dos EUA e na Britânica. 

Os analistas israelenses creditam a tomada da embaixada como uma resposta às sanções Britânicas contra o Banco Central do Irã – que foi dolorido para a economia do Irã. Isso representa um aumento de sanções contra o Irã, e um aumento nas respostas do Irã. A “vaca sagrada” das sanções seria um boicote aos produtos do petróleo Iraniano. Tais sanções seriam catastróficas a economia do Irã, mas potencialmente desestabilizaria a economia mundial também.

Guerras modernas se tornaram muito mais complexas do que os meios convencionais. Existem várias dimensões:

  1. Militar – forças armadas na terra, ar e mar, incluindo mísseis e armas avançadas.
  2. Informação – diplomacia, mídia, educação, propaganda, que é chamada em Israel de “hasbara.”
  3. Espionagem – operações secretas, inteligência, colaboradores.
  4. Financeiro – boicotes, empréstimos, sanções, ajuda.
  5. Cibernética – a mais nova forma:  computadores, tecnologia, vírus, panes.

E não vamos esquecer outra dimensão: Guerra Espiritual – orações que mobilizam ações angélicas, pregando o evangelho que muda vidas; reconciliação em meio aos santos; dividindo as forças de Satanás (Lucas 11:17).


Eleições no Egito

Por Eddie Santoro (trecho)

Estes primeiros resultados da eleição no Egito mostra a Irmandade Islâmica ganhando 40% dos votos, com mais 25% indo para os ultra-conservadores “Salafis.” Estes números indicam que 65% dos legisladores eleitos irão representar partidos Islâmicos.

Em apenas seis meses, governos Islâmicos foram estabelecidos na Tunísia e em Marrocos, com a Líbia logo entrando neste grupo. O governo da Síria está prestes a sucumbir e agora o Egito com 80 milhões de pessoas está correndo perigo de entrar debaixo de uma nuvem de Islamismo radical.

A democracia Islâmica pode ser definida como “uma pessoa, um voto, uma vez.” A lei Islâmica não aceita a existência de um governo secular separado da fé Islã. O clérigo é a autoridade maior. A lei religiosa Islâmica (Sharia) governaria a educação, os tribunais, os empregos, as relações matrimoniais, as vestimentas, o entretenimento e todos outros aspectos da vida.

As ramificações destes eventos para Israel e para o mundo Ocidental são imensas. A população Cristã no Egito e através do Oriente Médio que já tem sofrido perseguição das forças Islâmicas irá enfrentar tempos mais difíceis ainda.


Um presente de Hanucá ou de Natal

Por que não considerar em dar uma cópia do novo livro de Asher (até agora publicado apenas em inglês)?

“Quem Almoçou com Abraão?” analisa as aparições de Yeshua como o Anjo do Senhor desde a Lei e os Profetas, até o livro de Apocalipse. É garantido que este livro inspirará e desafiará a sua compreensão da eterna natureza do Messias Yeshua e da revelação progressiva da Bíblia como um todo.
A principal idéia para este livro não apenas se desenvolveu a partir de anos de estudo dos textos em hebraico, mas também de experiências da vida real ao compartilhar o evangelho com Judeus Ortodoxos em Israel. (Além de muita oração e intercessão.)

Não perca. Encomende para você mesmo e para seus amigos. Para fazer seu pedido, clique aqui 




De nuevo a los artículos de 2011