Voltar para Artigos


logo

©2 de outubro 2011 Revive Israel Ministries

Festa das Trombetas

Asher Intrater

Nesta sexta-feira, celebramos em nossa Congregação Ahavat Yeshua em Jerusaléma nossa Festa das Trombetas (Yom Teruah). Chaim nos conduziu em adoração com elementos judaicos tradicionais. Dan Juster liderou o cortejo com o rolo da Torá. Eddie Santoro orquestrou o som dos shofares. Mati e Alex dedicaram sua nova filha Yasmin. Asher liderou um momento de cura e quebra de maldição. Youval ministrou em ensino dirigido para as crianças. Depois fizemos uma refeição comunitária com todos os convidados.

A visão da nossa congregação é baseada na comunidade dos Judeus Messiânicos em Israel há 2.000 anos. Eles proclamaram corajosamente a sua fé em Yeshua, resistiram a perseguição, operaram em todos os niveis de dons e poder do Espírito Santo, falaram em hebraico e celebraram as festas bíblicas. A restauração do remanescente Messiânico do primeiro século como retratado no livro de Atos possui um significado espiritual para o Corpo do Messias de modo geral e faz parte do cumprimento da profecia do fim dos tempos.

Por favor, junte-se a nós em oração enquanto celebramos nesta semana o Dia da Expiação, na semana seguinte a festa dos Tabernáculos, e na semana seguinte Simchat Torah. Vamos orar e jejuar no Dia da Expiação (sem comida ou água),  a partir do pôr do sol de sexta até o pôr do sol de sábado. Quatro congregações estarão reunidas para esta assembléia solene diante do Senhor em Jerusalém neste fim de semana e você está convidado a participar conosco.


Dia de Expiação

No final do Dia de Expiação, há um toque especial do shofar - um longo toque do shofar. Esta trombeta é baseada nos versículos em Levítico 25:9-10, e é diferente dos toques da Festa das Trombetas (Levítico 23:24). O shofares na Festa das Trombetas estão relacionados com as 7 trombetas do Apocalipse, incluindo a sétima de Apocalipse 11:15. Mas a sétima Trombeta não é a última. A última trombeta é tocada no Dia de Expiação e encontra o seu cumprimento na segunda vinda de Yeshua em Apocalipse 19:11, I Coríntios 15:52, I Tessalonicenses 4:16, Mateus 24:31.

A última trombeta no Dia de Expiação representa o "grande e terrível dia do Senhor (Joel 2:1, 11, 31)." Os 7 shofares de Apocalipse referem-se a declaração do Reino de Yeshua durante o período da "tribulação", que é comemorado na Festa das Trombetas. A última trombeta refere-se ao momento da Segunda Vinda de Yeshua que é comemorado no Dia da Expiação. (Apocalipse 11 vem antes de Apocalipse 19, assim como a Festa das Trombetas vem antes do Dia da Expiação.)

O som do shofar representa a voz de Deus (Apocalipse 1:10) ou a revelação profética através de anjos (Apocalipse 10:7). Nós não apenas acreditamos teologicamente nisso; estamos praticando isso. Nestes dias, Judeus Messiânicos cheios do Espírito proclamam o evangelho do Reino de Yeshua em Israel (Mateus 24:14) e tocam o shofar nos dias santos da bíblia . A revelação profética está sendo liberada; o tempo esperado para o cumprimento chegou!


A Cidade Santa de Abas

Na semana passada, o presidente palestino Abbas falou na assembléia da ONU sobre Jerusalém como Cidade Santa, a cidade de Maomé e Jesus. Sua declaração incluiu certa "reconstrução" dos fatos. É uma narrativa moderna muçulmana / palestina que corrompe as escrituras.

Maomé nunca visitou Jerusalém, e Jerusalém nunca foi mencionada no Alcorão. O que há é a menção de ir ao "lugar mais distante" e ascender a partir dali em um cavalo branco para o céu. Mais tarde, esse "lugar distante" foi interpretado como a mesquita "Al Aksa".

A referência a Jesus neste contexto é uma tentativa de separá-Lo da realidade histórica e bíblica, divorciando-O da sua identidade Judaica, e de posicionar o Cristianismo juntamente com o Islã, em uma guerra contra os Judeus.

Além disso, as observações de Abbas ignoram a história bíblica de Abraão, Josué, Davi, Isaías, etc - em suma, todos os patriarcas bíblicos, reis e profetas. O que está por trás da batalha política no Oriente Médio é uma batalha pela verdade das escrituras.


Perseguição muçulmana no Irã e na Nigéria

Por favor, orem por Yousef Nadarkhani, que foi condenado à morte na cidade de Rasht, cerca de 150 quilômetros de Teerã. Ele foi condenado por "apostasia", significando que ele se converteu do Islamismo para o Cristianismo. Ele foi pastor de uma igreja de 400 membros até ser preso em 2009. Ele é casado e tem dois filhos pequenos.

Yousef se recusa a negar sua fé. Seu julgamento está recebendo ampla cobertura tanto no Irã como em todo o mundo. O crescimento de novos Cristãos na igreja subterrânea no Irã foi estimado em mais de 500.000.

A agência de noticias Compass Direct News também relata uma onda de ataques de extremistas muçulmanos armados a aldeias no estado da Nigéria no mês passado, deixando mais de 100 cristãos mortos, incluindo a eliminação de famílias inteiras, disseram as fontes. Sem a proteção do governo, os Cristãos locais correm risco de assassinato em grande escala. Orem por sua proteção e testemunho.


Faça resplandecer o seu rosto

A bênção Aarônica do sacerdócio Levítico contém as palavras "O Senhor faca resplandecer o Seu rosto sobre ti - Números 6:25". Estas palavras, que são aparentemente simples, contêm dois dos grandes segredos da Bíblia. Face de Deus refere-se a intimidade; "brilhar" refere-se ao poder espiritual radiante. Este verso contém as duas maiores bênçãos de toda a Escritura: 1. um relacionamento pessoal com Deus, e 2. a glorificação dos santos, pelo poder do Espírito Santo.

Esta dupla bênção é o que Moisés pediu em Êxodo 33:12-23 e foi parcialmente cumprida em Êxodo 34:29-35. Esta benção será totalmente cumprida em nós na ressurreição. "Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor - II Coríntios 3:18". Vamos lançar mão pela fé desta grande bênção dupla: a nossa relação pessoal com Deus e a transformação em glória.


De nuevo a los artículos de 2011